sexta-feira, 2 de novembro de 2012

No olho do furacão

Acordei com a sensação de que o universo está girando novamente e que novas coisas vão acontecer.
Gosto quando isso acontece, mudanças são sempre... inesperadas.
Boas? Ruins?
Eu, que sou da ala dos otimistas, prefiro pensar que mesmo que seja difícil, que cause muitas dores aparentes e que demore um tempão para passar, as mudanças sempre são para nosso bem, para o nosso crescimento.
Imagine só se cada dia de nossas vidas fosse igual ao outro, sempre? Ecaaaa, credo...
Eu gosto de saber que Deus preparou um mundo perfeito, que de tão perfeito tem problemas que parecem insolúveis, mas que no final dá tudo certo, como tem que ser!
Desejo uma boa visão para quem está no olho do furacão, para ver que lá no fundo tem luz. Mesmo que vc pense que a tempestade não vai passar, ela vai, e quando o sol nascer lá por trás da montanhas você saberá que existe um novo dia começando, assim como novas esperanças e novas coisas para viver.
Sejamos felizes, sempre!



Bjs, até o próximo post.

sábado, 28 de abril de 2012

Você quer ter razão ou quer ser feliz? Eu escolho...

Meu pai num daqueles devaneios de quem pensa demais, certo dia me fez a seguinte pergunta:

- Vc quer ter razão ou quer ser feliz???

Jardim Zoológico de SP - 1981

Eu, como ser honomatopéico, que sou, freei os pensamentos como o papaléguas e num impacto mental pensei: o que que ele quer dizer com isso???

Bem, daí saíram as mil e duzentes caraminholas, dentre elas perguntas e resposta para tudo o que eu tinha em mente. É certo que foram muito mais perguntas, claro!

No rol das tais perguntas vieram:

- P q ele me disse isso?

- Será que eu já parei para pensar nisso antes?

- Será que eu estou vivendo direito, e quando Deus perguntar "Claudia, Claudia o que vc fez da sua vida?", eu vou ter o que responder?

- Quantas coisas boas eu deixei de viver pq estava ocupada em tentar ter razão?

- Quantas mágoas, rancores e coisas ruins eu deixei que entrassem nos meus pensamentos e não conseguia ser feliz?

- Será que realmente as pessoas querem te ver feliz, ou não querem nem mesmo que vc tenha razão?

O certo é que eu não consegui encontrar resposta para nenhuma dessas perguntas e ainda me vieram um tantão de outras... E, como eu costumo dizer: "as minhas mãos não alcançam a velocidade dos meus pensamentos" (aqui cito que criei, de forma pouco modesta, um dizer inspirado em Leonardo da Vinci, Líbero Badaró e Antonio Maria - o primeiro dispensa apresentações, os dois últimos, jornalistas).

Imaginou o tanto de perguntas que surgiram no fantástico mundo de Claudia Cruz? Ops, escapou mais uma pergunta...

Bem, dentre tantas dessas perguntas, apenas uma resposta veio à minha mente: larga tudo, deixa de ter razão, bora ser feliz. Estou fazendo.

Beijo a todos, até o próximo post.

domingo, 11 de março de 2012

Sem palavras para o tempo

Entre tantas canções, entre tantas reflexões, idas e vindas, lá está a vida pregando suas peças novamente.

Sempre dona de si, mandando e desmandando nos seres viventes, lá está a vida dando sua ordem às coisas, dando ordens ao tempo.

E esse Tempo? Ninguém sabe se vai, se fica, mas ele está sempre lá, comandando essas horas.

Passa arrastado quando se quer que ele passe logo, passa lentamente quando se quer que ele pare, e ele, senhor da razão, passa sempre como ele mesmo quer... (suspiro)

Interessante como o tempo pode dominar as memórias e os sonhos... alguém sabe como ele consegue?

Como que o Tempo sozinho consegue estar preso no passado, construir o futuro e estabelecer tantos laços no presente, sendo ele um só, e comandando tudo, ao mesmo tempo???

Esse Tempo é tão incompreensível que traz dores quase que insuportáveis, mas ele mesmo trata de curar!

Nem vou tentar porque sei que não posso entende-lo, mas pelo menos uma coisa dá pra saber, ele sempre resolve tudo, mesmo sendo de um jeito atravessado ou estranho, mas ele resolve.

Nada como deixar o tempo passar, e passar, e passar...

Até a próxima, daqui a algum tempo. bjs


terça-feira, 6 de março de 2012

Goles de vida...

Todo início de semestre tenho gratas surpresas em conhecer um monte de pessoas novas, rever outras tantas que já conheço e me certificar que o tempo é bom com todo mundo, até com quem não quer amá-lo de verdade. E tem um monte de outras pessoas que vemos sempre, mas não as vemos de verdade, simplesmente porque elas não se apresentam de verdade nem no espelho, faça conta a mim!

Como assim?

Aqueles que vivem de mau humor, sofrem sem motivo, reclamam da vida, mas estão vivos, e veja isso, mesmo com todo o azedo da alma, continuam vivos. Pior ainda é o bege, que é anódino, insípido e inodoro. Mas tb não sabe viver...

E aqueles outros tantos que preferem contemplar o simples fato de estarem vivos. Esses sim sabem sorver os goles de vida que se colocam na nossa boca dia a dia. Encaixo-me aqui...

Eu, como uma boa otimista, sempre prefiro viver, e viver bem e feliz, mesmo quando parece que tudo está indo para o lado contrário.

Interessante foi descobrir que o contrário na verdade é o certo, e eu estou feliz de verdade por isso.

Estou como alguém que se livrou de um vício que o travava diante da vida. Estou livre.

Eu quero mais é beber a vida, gole a gole, bem devagar, assim vou ter mil e uma histórias para contar antes de ir embora.

Beijos e até a próxima.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

O Importante é Ser Feliz.

Certo dia, conversando com meu pai, que tem mil e uma hisória para contar, ele me disse: "vc quer ter razão ou quer ser feliz?"...

Pensei, antes de tudo: "claro que eu quero ser feliz". Depois me coloquei a pensar em quantas vezes pensamos que o certo é termos razão!

Em uma discussão queremos ganhar, em uma disputar ser campeão, no amor, saber de tudo...

BESTEIRA...

Importante é ser feliz e livre.

Livre pra tentar de novo, livre para cair e levantar, machucar e continuar em frente, mesmo sentindo tanta dor.

Porque no final: o importante é saber que tentou e, tendo alcançado o que queria ou não, conseguiu atravessar a vida honestamente, sendo verdadeiro e fiel a vc mesmo.

No final "o importante é ser feliz".

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Lindo amanhecer...

Terça-feira, dia 24 de janeiro, acordei muito cedo. Estava um dia quente, tipicamente um amanhecer de verão... Queria poder descrever a visão que eu tive do céu. Na falta de palavras, compartilho o que vi.




terça-feira, 17 de janeiro de 2012

As mil coisas para fazer antes de morrer - versão 798.325

É só parar em uma livraria, banca de jornal (as de respeito) ou fazer uma busca sobre qualquer coisa para conhecer, fazer, experimentar etc e tal antes de morrer que pinta um monte de ideias na sua frente.
Mas já pensou que muitas coisas que vc faz diariamente podem trazer (e trazem) prazeres incríveis, que te levam ao êxtase e vc nem dá atenção?
Vamos fazer um teste: pense em três coisas que são impagáveis e que só vc pode fazer, e que te dão um prazer ímpar, e que vc nem dá atenção...!!!!
Eu pensei: fazer xixi quando estou apertadíssima, tomar uma garrafinha de água mineral, em temperatura fresca e agradável, de um vez só quando chego em casa em um dia de sol quentíssimo, mastigar gibi (doce de amendoim) com muito gosto, usando todoso os dentes, e só parar quando toda a arcada estiver cansada e depois beber um copo de guaraná zero no gute-gute para dar um tuim na garganta...
Pode parecer uma bobagem, um tempo jogado fora, mas tudo o que se faz prestando atenção e dando valor a cada um dos pedacinhos de momento vivido tem que ser responsável por fazer a sua vida melhor.
Aproveite cada momento, não fique só pensando em tudo o que tem que fazer antes de morrer, viva cada uma das coisas que vc faz na sua vidinha cotidiana. Viva cada dia com tudo o que ele tem a oferecer.

Em breve trarei novidades, sobre como aproveitar o Tesão de Viver...

Bj até o próximo post

video
http://youtu.be/dBHhSVJ_S6A

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Michel Teló canta para a Cultura Popular: "Ai se eu te pego!" (capa revista Época)

Pior do que a foto da revista Época (29 de dezembro de 2011), em que traz o cantor Michél Teló sendo agarrado por várias mãos femininas, fazendo uma alusão direta ao assédio feito por fãs, que já é horrível, é a chamada da tal capa.
Tenho a impressão que quem escreveu isso nunca esteve em uma aula de jornalismo, muito menos tenha tido contato com alguma disciplina como a de Cultura Brasileira, aliás, não tem a menor ideia nem do que é cultura
Deve se enquandra naquele tipo de pessoa que acha que nordestino, analfabeto, índio, e outras tantas figuras do nosso Brasil "não tem cultura".
Vou fazer um favorzinho de ensinar: TODO MUNDO TEM CULTURA, já que o início de tudo é o nosso idioma, logo, pelo simples fato de ter nascido em um país vc já esta inserido na cultura dele.
De forma geral podemos classificar cultura, pelo menos, como popular, erudita ou de massa.
Nesse caso específico, o cantor e a sua música são classificados como "tradutor dos valores da cultura popular brasileira", levando em consideração que Cultura Popular é adquira desde o momento em que nascemos, sendo introduzida em nossas vidas por um ensinamento-aprendizado informal, que é passada de pai para filho, junto com os valores de cada família, de todas as famílias brasileiras, com suas tradiçõe, religiões, virtudes, defeitos, assim como as manifestações típicas de onde se vive, eu pergunto: 

- ESSE RAPAZ E A MÚSICA DELE (que nem julgo se é boa ou ruim) TRADUZEM NOSSA CULTURA POPULAR, LADO A LADO COM TANTAS OUTRAS MANIFESTAÇÕES QUE TEMOS NESSE NOSSO BRASIL?

E outra e mais grave:
- POR QUAIS MÃOS PASSAM O JORNALISMO BRASILEIRO?

E se alguém pergunta "qual o know how que essa reles mortal tem para fazer esses questionamentos?", eu explico novamente.

Essa reles mortal é jornalista profissional, professora do ensino superior em jornalismo, e ministra tanto a disciplina de Cultura Brasileira como a de produção e edição de Revista.

Tudo ao contrário!!!

Reflitamos...

domingo, 1 de janeiro de 2012

A Culpa do Dia Seguinte - comidas e bebidas

Como eu anunciei ontem, estou iniciando uma nova fase do Blog dA Linda. A partir de agora também vou tratar de matérias e entrevistas sobre saúde, bem estar e qualidade de vida.
Hoje vou abrir essa nova era falando sobre a culpa do dia seguinte, dando enfoque em comidas e bebidas.
Parou para pensar quanto vc comeu nos últimos dias? Foram as festas da empresas, dos amigos, a confraternização de Natal e todos os preparativos gastronômicos para a passagem do ano.
Mas como já passou e não dá para voltar atrás, o melhor a fazer é olhar para os próximo 366 dias e maneirar no que vc manda para dentro do seu corpo.
Uma boa dica para se livrar da culpa pelo excesso de comida é substituir coisas gordurosas e pesadas por alimentação mais leve, como saladas frescas, sucos de frutas naturais, as próprias frutas, no lugar de sobremesas, e optar sempre por carboidratos complexo, como os integrais, que demoram muito mais para entrarem na circulação sanguínea e mantém a sensação de saciedade pormais tempo
Não se esqueça que a  água também é uma boa opção para eliminar os excessos, e nesse caso não só como substituta de outras bebidas, mas porque a água literamente lava vc por dentro.
E se bebeu demais? Aí tome muito líquido, porque o álcool é elimnado pela urina, logo, depende de muito líquido para sair. Existem médicos que dizem que o álcool permanece certo tempo no organismo, coisa entre 5 a 7 horas, mas existe também muita dúvida sobre esse assunto, então, melhor é tentar ficar bem. E se persistirem seus sintomas por muitas horas, procure um médico.
E guarde na sua memória todo o processo de passar mal, comer demais, beber demais, tudo demais. A vida é feita de ponderações, tudo o que é demais é sobra (diria a minha avó de 93 anos, acho que alguma coisa ela aprendeu para ensinar na vida).
De resto, só posso desejar que 2012 seja maravilhoso para todos. Com muito equilíbrio, muitas conquistas e que exceda somente o amor entre nós.
Beijo, até o próximo post.